Contas externas têm déficit de US$ 4,27 bilhões em agosto

O déficit em transações correntes, que são compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do Brasil com outros países, chegou a US$ 4,274 bilhões, segundo dados divulgados hoje (23) pelo Banco Central (BC). O resultado ficou bem acima do registrado em igual mês de 2018: déficit de US$ 1,757 bilhão.

De janeiro a agosto, o déficit chegou a US$ 30,277 bilhões, contra US$ 18,372 bilhões em igual período do ano passado.

Entre os dados das contas externas está a balança comercial, que registrou superávit de US$ 2,664 bilhões, em agosto e acumulou US$ 27,164 bilhões, nos oito meses do ano.

Por outro lado, a conta de serviços (viagens internacionais, transporte, aluguel de investimentos, entre outros) registrou saldo negativo de US$ 2,461 bilhões, em agosto, e de US$ 23,327 bilhões, de janeiro a agosto deste ano.

A conta renda primária (lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários), que também faz parte das transações correntes, ficou negativa em US$ 4,727 bilhões no mês passado e em US$ 35,107 bilhões, em oito meses.

A conta de renda secundária (renda gerada em uma economia e distribuída para outra, como doações e remessas de dólares, sem contrapartida de serviços ou bens) teve resultado positivo de US$ 249 milhões, em agosto, e de US$ 992 milhões, em oito meses.

Investimento estrangeiro

Em agosto, o resultado negativo para as contas externas foi totalmente coberto pelos investimentos diretos no país (IDP). Quando o país registra saldo negativo em transações correntes precisa cobrir o déficit com investimentos ou empréstimos no exterior.

A melhor forma de financiamento do saldo negativo é o IDP, porque os recursos são aplicados no setor produtivo. No mês passado, o IDP chegou a US$ 9,470 bilhões, contra US$ 9,651 bilhões de igual mês de 2018. De janeiro a agosto, esses investimentos totalizaram US$ 41,213 bilhões, contra US$ 46,037 bilhões em igual período do ano passado.

Nova metodologia

O BC informou hoje que revisou a metodologia de cálculo das contas externas, com melhora nas fontes de informações. “As revisões no balanço de pagamentos refletem o uso de novas fontes de dados para as transações entre residentes e não residentes realizadas diretamente no exterior – buscando suprir esta que é a mais importante lacuna de informações no balanço de pagamentos brasileiro –, além da melhoria de qualidade de fontes já existentes”, diz nota do BC.

Com a revisão da metodologia, o déficit de transações correntes subiu de US$ 7,2 bilhões para US$ 15 bilhões, em 2017, de US$ 15 bilhões para US$ 21,9 bilhões, em 2018, de US$ 21,7 bilhões para US$ 26 bilhões, de janeiro a julho deste ano. Também houve alteração do IDP: US$ 70,3 bilhões para US$ 68,9 bilhões, em 2017, de US$ 88,3 bilhões para US$ 76,8 bilhões, em 2018, e de US$ 45 bilhões para US$ 31,7 bilhões, de janeiro a julho deste ano.

Apesar do aumento do déficit das transações correntes e redução do IDP, o chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, afirmou que a “sustentabilidade das contas externas continuam inalteradas”. Ele destacou que o déficit em transações correntes continuam sendo integralmente coberto pelo IDP.

 

Agência Brasil

COTIDIANO

AQUIRI SITE 978X183

 

POLÍTICA

Acre e Peru assinam declaração de interesse pela construção de Rodovia
A rodovia ligará Cruzeiro do Sul à Pucallpa Saiba mais
Resultado no Enade dos cursos da Ufac é reconhecido pela Câmara
Os cursos de Psicologia e Direito tiveram destaque no Enade Saiba mais
Vereador Luz volta a cobrar RBTRANS sobre ineficiência no combate ao transporte clandestino
O vereador demonstrou preocupação com os riscos de falência das empresas, o que atingiria os trabalhadores e usuários dos... Saiba mais
prev
next

ANUNCIE

 

POLÍCIA

Militares apreenderam entorpecentes no Belo Jardim
Policias militares do Segundo Batalhão PM (2°BPM), prenderam indivíduos com entorpecentes nesta sexta-feira, 04 de outubro, no... Saiba mais
Adolescente é apreendido pela PM com cinco armas de fogo em Cruzeiro do Sul
A Polícia Militar do Acre, por meio do 6° Batalhão, localizado no município de Cruzeiro do Sul, apreendeu na tarde de... Saiba mais
Assaltantes são presos pela PM, minutos após invadirem residência no 2° Distrito de Rio Branco
Em mais uma ação rápida e eficiente de militares do 2° Batalhão de Polícia Militar (2° BPM), resultou na... Saiba mais
Polícia Militar retira de circulação três assaltantes que atuavam na região central
A Polícia Militar do Acre (PMAC) tem intensificado as abordagens e patrulhamentos em todas as regionais da capital. O resultado são... Saiba mais
prev
next

ANUNCIE

 

ANUNCIE2

 

ESPORTES

ANUNCIE2

 

ECONOMIA

Pagamentos instantâneos podem aumentar receita de bancos em US$ 500 bi
As formas de realizar pagamentos em todo o mundo estão se tornando cada vez mais instantâneas, invisíveis (feitas por meio... Saiba mais
Contas externas têm déficit de US$ 4,27 bilhões em agosto
O déficit em transações correntes, que são compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de... Saiba mais
Inflação para famílias com renda mais baixa fica em 0,12% em agosto
A taxa é superior ao INPC de julho deste ano (0,10%) e de agosto do ano passado, quando não registrou... Saiba mais
Caixa começa a pagar PIS para cotistas a partir de 60 anos
Quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 4 de outubro de 1988 e tem pelo menos 60 anos começa a... Saiba mais
BC aumentará uso de reservas internacionais para intervir no câmbio
Depois de começar a usar os dólares das reservas internacionais para intervir no câmbio, o Banco Central (BC) anunciou hoje (23)... Saiba mais
Arrecadação chega a R$ 137,7 bi em julho, melhor resultado desde 2011
A arrecadação das receitas federais somou R$ 137,735 bilhões, em julho de 2019, informou a Secretaria da Receita Federal do... Saiba mais
prev
next