No “Clássico da Revolução” deu Imperador Galvez

Com um gol e em cada tempo de jogo o Galvez venceu o Plácido de Castro por 2 a 1, assim conquistando na manhã de sábado (17), no estádio Florestão, o título do primeiro turno do Campeonato Acreano de Futebol Sub-20. Mamud e Erick anotaram os gols do Imperador e Cadora descontou para o Tigre do Abunã.

Com a vitória, a quinta em seis jogos, o Imperador não somente levou o primeiro turno da competição, mas também se aproximou do bicampeonato e, caso vença o returno, será declarado campeão do torneio e ainda o representante do futebol local nas próximas edições da Copa São Paulo de Futebol Júnior e também da Copa do Brasil Sub-20.

Jogo

O Plácido de Castro começou bem a partida e pressionando o time do Imperador para seu campo de defesa e ainda forçando o goleiro Gabriel Eremith faz três boas defesas. No entanto, aos 31 minutos, o zagueiro placidiano Futura fez penalidade em Daniel. Mamud cobrou bem e abriu o placar para o Galvez.

O Tigre do Abunã sentiu o golpe e não conseguiu mais ameaçar o gol do Imperador com eficiência até a partida ir para o intervalo.

Mais gols

Com o título do primeiro turno ficando pelo caminho, o Plácido de Castro se abriu, mas deixou sua defesa mais vulnerável. O Imperador então quase ampliou numa finalização do atacante Erick, mas a bola desviou na defesa e passou perto do gol do goleiro Matheus.

Aos 30 minutos, o atacante Erick se infiltrou entre a defesa placidiana e finalizou a jogada na saída do goleiro Matheus para ampliar a vantagem do Imperador.

Com dois gols de vantagem no placar o Galvez tratou de fechar a “casinha”, mas aos 40 minutos, o zagueiro placidiano Futura foi tocado por trás pela zaga imperialista. O árbitro Fábio Santos apontou para a marca da cal. Um minuto depois, Cadora cobrou com eficiência para descontar a vantagem do Imperador.

Nos minutos finais, o Tigre do Abunã tentou ir para o abafa, mas não teve sucesso e a partida terminou 2 a 1 a favor do Galvez.

Princípio de tumulto

Logo após o apito final houve um principio de tumulto envolvendo o zagueiro Barata (Plácido) e o técnico Oziel Moreira (Galvez). Os ânimos foram contidos e os jogadores do Galvez puderam ainda no gramado comemorar a conquista.

Opinião

O meia placidiano Kennedy lamentou a derrota, mas espera que o resultado não tire a motivação da equipe para o returno da competição. Kennedy explicou ainda que venceu quem errou menos.

Com boas defesas no primeiro tempo, o goleiro Gabriel Eremith comentou que foi uma final bem disputada, mas que o time imperialista teve a competência para ficar com o título, esperando que o time não se acomode para não perder o foco da competição.

 
TEXTO E FOTOS: MANOEL FAÇANHA

ESPORTES

BMG patrocina time feminino do Corinthians
Após inovar no mercado de patrocínio esportivo em 2019, o Banco BMG amplia sua atuação e passa a apoiar o... Saiba mais
PEÃO DE RODEIO FEIJOENSE É DESTAQUE E REPRESENTA O ACRE EM SÃO PAULO
Genásio Silva dos Santos Filho, é natural de Feijó, de família humilde mesmo tendo saído da zona rural ainda... Saiba mais
Sem IFC, FFAC convoca reunião para sexta, às 16h
Com a exclusão do Independência da disputa do Campeonato Acreano de Futebol Profissional, a Federação de Futebol do Acre... Saiba mais
Galvez sonha com título inédito
Com dois vice-campeonatos estaduais seguidos, o Imperador Galvez sonha em sair da fila para soltar o grito de campeão. O time imperialista... Saiba mais
Federação divulga nova tabela do estadual após desistência do Independência
A tabela do Campeonato Acreano de Futebol 2020 sofreu modificações de datas, horários e locais das partidas. A mudança... Saiba mais
O jornalista e historiador Manoel Façanha trabalha há mais de duas décadas na preservação da memória do esporte acreano
Na era digital, cronista esportivo garante ter mais de um milhão de imagens no seu acervo Dono de um dos maiores acervos do futebol acreano... Saiba mais
prev
next