Interior

A secretária de Educação, Adriana Rogeria, que atuou como coordenadora do Ensino Infantil em 2017 e 2018, percebeu ao assumir a coordenação a necessidade de uma avaliação externa para o Ensino Infantil, pois o município não fazia uso desse instrumento de avaliação, sendo desenvolvido apenas no ensino fundamental I e II.

Este diagnóstico foi estabelecido também para as turmas do pré II com o objetivo de identificar as dificuldades dos alunos e junto com a equipe escolar criar estratégias para solucionar as principais dificuldades. Após a iniciativa o município passou a utilizar o diagnóstico para Educação Infantil como um importante meio de avaliação e oferecendo assim condições necessárias para garantir a aprendizagem.

 

ANUNCIE2