Foi a primeira vista

Dizem que todos os homens são iguais, mas se somos todos assim, por que as mulheres escolhem tanto?

Mas até certo ponto elas têm razão, muitos de nós ao ver uma mulher bonita, nos transformamos em insetos que ao olhar pra luz, deseja ter para si. Porem existem casos que nos fascinamos pela costela da criação no primeiro olhar, um gesto diferente ou que os franceses chamam de sei lá o que.

Esse foi um dos casos que aconteceu comigo. Era um dia quente comum, com um sol para cada acreano, quando fui até a clínica oftalmológica, onde iria conversar com uma amiga para fechar parceria ou convenio com a minha instituição.

Aguardei na recepção até liberarem minha passagem, me direcionaram a um elevador e como uma cena de filme, ele abriu as portas e lá tinha um anjo lindo. Ela devia medir 1,68m, cabelos longos e pretos, uma voz suave e tímida, assim como ela. As portas fecharam e não consegui para de olha-la até ser tomado de uma coragem e dizer o quanto era linda. Ela se escondeu por traz de um sorriso enquanto fechava os olhos.

Eu ria de minha própria pessoa ao não reconhecer a coragem que ali aflorou e sem perceber, já tinha criado o ambiente. Parecia uma adolescente, que precisava tocar nela e deixar um tipo de assinatura para o momento.  Tomei sua mão, dei um beijo nela enquanto a olhava nos olhos e ela tentava se esconder dentro de si.

Obviamente que eu queria saber quem era aquela moça. Minha amiga a descreveu e ao mesmo tempo me jogou um balde de agua fria ao dizer que ela tinha um namorado mala. Sim, ela tinha um NAMORADO. Ainda com a coragem no corpo eu disse que um dia seria minha, nem que fosse para ganhar um beijo.

Dali para frente, o destino foi ajudando, enquanto minha mãe olhava as verduras, fui atrás de um doce e quem encontro no corredor?! A moça do sorriso, que me viu com espanto enquanto o namorado ia comprar sei lá o que. A cumprimentei e pouco besta como sou, roubei um beijinho. Eu admito, fui safado (mas nem sempre), mas como disse, eu me encantei por ela. Depois disso e me julgar, perdemos o contato.

Porem um belo dia, minha amiga e informante disse que ela estava solteira, que deu um pé na bunda do jovem carniça. Imediatamente o piegas aqui entrou em ação e mandou um buque de rosas com um cordão. Acho que foi bem aceito, saiu comigo ainda um bocado de vezes. Agora estou passando por uma análise curricular para saber se vai dar namoro ou amizade após os comerciais.