Após 15 anos nas ruas, ‘Chimbinha’ comemora aniversário pela 1ª vez em casa de recuperação

0
0
0
s2smodern

Após mais de 15 anos morando nas ruas e envolvido com drogas e álcool, Paulo Jefersson, conhecido popularmente em Cruzeiro do Sul por ‘Chimbinha’, agora vive uma nova vida. Longe da dependência química, o ex-morador de rua teve o aniversário de 48 anos comemorado pela 1ª vez na Comunidade Terapêutica Reviver, local onde foi acolhido e recebe seu tratamento.

“Eu só tenho a agradecer. Faz mais de 15 anos que eu não sabia o que era um aniversário, e graças ao acolhimento e tratamento que recebi, estou agora vivendo uma nova vida”, agradeceu o ex-morador de rua.

Jefersson conheceu a  Comunidade Reviver, através de um projeto desenvolvido pela instituição, o “Há uma Luz”, realizado todas as segundas e quintas-feiras no coreto da praça do Centro Cultural. Os encontros tem como objetivo de levar esperança a quem já não consegue enxerga-la, através de momentos de louvor e da palavra de Deus, mostrando aquelas pessoas que ainda existe uma solução para seus problemas.

“E é desse projeto que temos tirado muitas pessoas de situação de rua, como é o caso do senhor Paulo Jeferson, outrora conhecido como “Chimbinha”,  que comemorou na Reviver, em sobriedade, mais um ano de vida, após 15 anos sem saber o que era uma festa de aniversário”, destacou o Pastor Elians, responsável pela CT Reviver.

Comunidade Terapêutica Reviver

Reviver, é uma Comunidade Terapêutica que tem por finalidade resgatar vidas de pessoas que têm problemas relacionados ao uso, abuso e dependência de álcool e outras drogas. Tem como marco legal o dia 21 de maio de 2012 como sendo a data de sua fundação, porém anos antes já havia realizado trabalhos voltados para oferecer a sobriedade e uma vida longe das drogas.

“Temos como ferramenta primordial a Palavra de Deus, tratando o homem em suas três esferas: corpo, alma e espírito. É uma escola, de caráter voluntário, ou seja, a pessoa tem que querer estar lá, por isso não há muros, nem segurança armada e a cerca é bem baixinha, um lugar onde a paz reina, onde a transformação começa ao ultrapassar o portão de entrada”, explicou o pastor Elians.

O tratamento leva de 6 a 9 meses. O CT Reviver é uma entidade sem fins lucrativos, ligada a Igreja Assembleia de Deus. Atualmente pelo menos 30 pessoas recebem o tratamento no local, onde a instituição necessita ter gastos com pelo menos 4 refeições diárias, além de despesas com materiais de higiene pessoal, energia, combustível, ferramentas de trabalho, material didático e de consumo, transporte, e outros, estando assim abertos a receber ajudas.

“Se quiserem saber mais sobre a CT Reviver e o Projeto há uma Luz, visite-nos. Realizamos ainda o “Projeto Há uma Luz” todas segundas e quintas feiras no coreto no centro da cidade e também temos nosso escritório na Rua Newton Prado, nº 50, Bairro João Alves, anexo ao prédio do Templo Sede da Assembleia de Deus”, convidou.

A CT Reviver está realizando uma campanha para ampliar a  sede, que comporta no máximo 30 “Queremos duplicar esse número e também cuidar das mulheres, já que hoje acolhemos somente pessoas do sexo masculino. É só acessar o link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ampliacao-do-centro-de-recuperacao-reviver

 
 
Juruá Online