Polícia Civil implanta posto avançado de identificação de detentos

0
0
0
s2smodern

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Polícia Civil e o Instituto de Identificação (IIRHM), lançou nesta quinta-feira, 25, na unidade prisional Dr. Francisco de Oliveira Conde, o posto avançado de identificação de detentos.

Com a nova tecnologia, os presos já reclusos e aqueles que venham a ingressar no sistema terão sua identificação realizada por meio da biometria e de forma individualizada. Todas as informações pertinentes às pessoas privadas de liberdade irão compor um banco de dados do Cadastro Nacional de Presos (CNP).

Além das informações básicas sobre o recluso, o Cadastro Nacional de Presos também contará com as informações biométricas de cada um deles. A nova unidade de atendimento, também fornecerá o novo documento de identidade (RG).

O novo documento segue um sistema de padrão nacional e que será implantado em todo país e que passa a conter mais informações sobre o cidadão. Uma das mudanças no novo RG é a inclusão do nome social de pessoas transgêneros.

“Esse posto avançado de identificação de presos é processo que já estamos realizando a muito tempo e a implantação do posto avançado aqui nas dependências do presidio nada mais é do que uma forma de dar celeridade em todo esse processo”, ressaltou o diretor do Instituto de Identificação do Acre, Sandro Rodrigues.

Para o secretário de Segurança Pública, Carlos Flávio Portela Richard, o governo segue com fortes investimentos na área de segurança.

“É um esforço do governador Tião Viana em realizar investimentos na área da segurança pública. Aqui no presídio está sendo implantado o sistema biométrico de todos aqueles reclusos. É o fortalecimento do sistema prisional levando cidadania aos internos. A biometria possibilitará a carteira de identidade com todas as informações necessárias”, ressaltou Carlos Flávio.

 

Sandro de Brito