Sinhasique comenta violência e diz que Tião Viana abandonou o Estado

0
0
0
s2smodern

A líder do MDB na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputada estadual Eliane Sinhasique (MDB), criticou, na manhã desta terça-feira (12), o Governo petista pelo desleixo com a Segurança Pública do Estado. A taxa de homicídios do Acre é quase 3 vezes maior que a taxa de homicídios brasileira.

“Assistimos estarrecidos à matéria que foi veiculada no Fantástico no último domingo dando conta de que o Estado do Acre é o mais violento do país. Nos últimos três anos a taxa nacional foi de 26,8% mortes por 100 mil habitantes, enquanto a do Acre foi de 60,7%”.

Em Rio Branco, em 2015, a taxa de homicídios era de 20,3% para cada 100 mil habitantes, pulando para 80, 1%, em 2017. “No Acre se mata mais do que numa guerra”, disparou a parlamentar.

Sinhasique critica o Governo do Estado por não imprimir políticas públicas de prevenção. “Tenho dito aqui que não se combate o crime apenas com armas e homens. Precisamos de um esforço conjunto das Secretarias de Educação, de Segurança Pública, de Juventude, de Pequenos Negócios, dentre outras, para trabalhar preventivamente”.

A parlamentar culpa a má gestão de Tião Viana pelos altos índices de violência no Estado. “Temos um governador que já não cuida mais do Estado. Cadê o governador? Você olha, está lá em Curitiba visitando o Lula ou em Belo Horizonte para o lançamento da candidatura de um presidiário.  E já estou sabendo que está preparando as malas para passar 15 dias no Japão. Abandonou tudo”.