Política

“Aqueles moradores estão preocupados com a possibilidade de voltarem a trafegar na lama”. A frase é do vereador Mamed Dankar (PT), durante pronunciamento na sessão de quarta-feira, 4, ao pontuar sobre as denúncias que recebeu dos moradores do bairro Joafra.

Parte da rua daquele bairro ainda é de tijolo e, atualmente, segundo os moradores, essas vias estão servindo de passagem para caminhões da Emurb, que realizam obras em localidade próxima.

Segundo Dankar, a reclamação dos moradores é que devido o peso dos caminhões, as ruas estão ficando deterioradas.

“O peso daqueles caminhões não os permite passar por aquelas vias sem comprometer o local. Aqueles moradores lutaram muito até ver as ruas pavimentadas. Algumas foram asfaltadas, outras apenas colocaram tijolos, mas pelo menos pararam de andar na lama. Porém, por falta de bom senso, caminhões muito pesados trafegam nessas vias de tijolos, causando destruição”, falou o vereador.

E acrescentou: “Lutamos para conseguir arrumar as ruas da nossa cidade aí vem a Emurb destruir o que já está bom. Se sabem que aquela passagem não é viável a eles devido a grande carga de peso, porque não passam por outra via. O que custa preservar o que foi feito com tanto custo”.

Ainda de acordo com o vereador, os moradores já fizeram contato com a Emurb e RBTrans a fim de evitar que os caminhões usam as ruas (Marte e Girassol) como passagem, porém, até o momento o problema nãofoi resolvido.

“Não entendo como uma coisa tão simples, que poderia ser resolvida rapidamente, se prolonga tanto. O problema já foi relatado a Emurb e RBTrans. Eles pediram que evitem usar essas ruas como passagem, mas não adiantou nada”, falou

Dankar disse ainda que isso tem acontecido também em parte do bairro Mocinha Magalhães. “É preciso ter orientação quanto a isso. Será que vai ser necessário os moradores fecharem as ruas como forma de protesto para o Poder Público tomar uma atitude”.

Outro ponto abordado pelo vereador foi a Operação Verão Ramais. Ele disse que as reclamações acerca das obras continuam. “Volta e meia volto a tocar nesse assunto aqui na tribuna porque as pessoas me ligam, passam mensagem, me marcam em postagens nas redes sociais fazendo denúncias. A prefeitura diz que está cumprindo o cronograma, mas os moradores dos ramis afirmam outra coisa”.

Segundo Dankar, os moradores dos ramais Romão, Barro Vermelho, Bom Jesus e São José constantemente reclamam da precariedade do local. “As pessoas que moram nessas localidades afirmam que o serviço não foi feito. Muitas reclamações acerca dessa operação, mas a prefeitura alega que as obras estão em andamento. Algo está errado aí”, finalizou.

ANUNCIE2