Setembro Amarelo: Lene Petecão destaca ações voltadas à prevenção do suicídio e valorização da Vida

Programação

A vereadora Lene Petecão (PSD), em pronunciamento na sessão de terça-feira, 10, na Câmara de Municipal, destacou o início das campanhas Setembro Amarelo na Capital. O mês -, resultado de um PL de autoria de Lene -, faz alusão à prevenção ao suicídio, uma prática que é normalmente motivada pela depressão.

De acordo com a parlamentar, durante todo o mês ocorre em Rio Branco, pelos mais diversos órgãos, ações para mostrar as alternativas existentes para se combater o suicídio.

“Esse é um problema de saúde pública causado, principalmente, pelo desconhecimento das pessoas. As causas do suicídio e os tratamentos para evitar que ele aconteça também não são conhecidos por todos. Muitas vezes, familiares e amigos não reconhecem os sinais de que alguém próximo pode tirar a própria vida. E ainda, muitas vezes, a própria vítima não entende que precisa de ajuda e acaba se afundando cada vez mais em solidão. Por isso, é preciso falar sobre suicídio e discuti-lo abertamente”, disse.

E acrescentou: "Infelizmente não é possível ver sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas, por isso vejo a importância do nosso projeto que informa as pessoas sobre este caso, precisamos debater nos órgãos públicos, principalmente nas escolas, discutir sobre o assunto e entender os fatores que levam à ele são as armas que temos contra o suicídio".

Dados no Brasil

Em 2014, um relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde) apontou que o Brasil é o 8º país com a maior taxa de suicídios do mundo. Em Rio Branco – AC no ano de 2018, o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB) registou 1132 atendimento no plantão psicológico, sendo que deste número (394 pessoas) deram entrada com tentativas de suicídio notificadas e acompanhadas na HUERB.

 

Assessoria CMRB

ANUNCIE2