“Os trabalhadores da saúde não são vagabundos e devem ser respeitados”, afirma Rodrigo Forneck

Sobre a greve

O vereador Rodrigo Forneck (PT) usou a tribuna nesta quarta-feira, 11, para repudiar as atitudes autoritárias do secretário-adjunto de Saúde do Estado e se solidarizar aos servidores públicos e ao deputado estadual Jenilson Leite.

“De qualquer gestor, o que se espera é respeito para com os servidores públicos. Os trabalhadores não são vagabundos. São eles que trabalham dia e noite, em situações adversas, para que a população tenha acesso aos serviços de saúde”, endossou Forneck.

Para o parlamentar, o gestor deve ser exonerado de seu cargo. “Não se trata uma autoridade eleita pelo povo daquela forma, não se trata o povo dessa forma. Foi desrespeitoso, sim, e deveria deixar o cargo que ocupa”.

Os servidores reivindicam melhores condições de salário e trabalho, tendo em vista que o Estado não cumpriu os acordos que havia firmado com a categoria.

 

Ascom Ver. Rodrigo Forneck

ANUNCIE2