Forneck destaca necessidade de investimentos na área social para combater violência

“Temos que investir em policiamento. Mas, é injusto colocar na conta da polícia a responsabilidade por problemas estruturais. A polícia não vai resolver o problema da fome, da miséria e do desemprego”. 

A fala pontual do vereador do PT, Rodrigo Forneck, marcou os debates na Câmara de Vereadores de Rio Branco na manhã desta quarta-feira, 5. 

Para Forneck, o problema estrutural da sociedade brasileira e, consequentemente, acreana está na falta de investimentos em políticas sociais. “O nosso principal gargalo está na área social e nós temos que debater isso. Se analisarmos pela ótica da segurança pública, o que se percebe é o sucateamento das políticas sociais impulsionando o crescimento da criminalidade”, enfatizou.

Ainda segundo o petista, o país congelou investimentos em setores estruturais, que garantem inclusão e o desenvolvimento social. “Era para termos CRAS, CREAS, Restaurante Popular fechados. Mas, Rio Branco decidiu priorizar essas políticas. No Brasil, não temos mais investimento em educação, cultura e esporte, que chegue nas periferias e dê oportunidade aos jovens. Ao mesmo tempo, há um aumento absurdo da violência”, salientou.

Na tribuna, Rodrigo Forneck lamentou a morte do tenente da Polícia Militar, Amarildo da Costa, mais uma vítima da violência que assola o Estado do Acre.